domingo, 10 de maio de 2009

Ronald Pinheiro está ameaçado de morte

O cantor e compositor, Ronald Pinheiro, bastante abalado, procurou a redação do Jornal Pequeno a fim de tornar público o seu medo e revolta pelo fato ocorrido na quarta-feira, 6, por volta das 17h, no Reviver. Ele disse ter sido ameaçado de morte pelo também cantor Viana Neto, mais conhecido por Tutuca e pelo seu irmão, Marcelo Carvalho, sendo agredido física e verbalmente.
Segundo Ronald, estava acontecendo uma reunião no Centro de Cultura Domingos Vieira Filho, com o objetivo de discutir o rumo da música local, onde ele se encontrava na companhia de Tutuca e de outros nomes da cultura maranhense. Instantes antes da discussão, Ronald afirmou que teria dito para Tutuca algumas coisas que ele não gostou. “Já me disseram que ele fala mal de mim, então disse para ele parar com isso e parar de tocar minhas músicas”, declarou.
Logo depois, como contou Ronald, Tutuca sumiu e um tempo depois apareceu novamente no Centro de Cultura, mas acompanhado do seu irmão, que lhe desferiu um soco no rosto. Ronald disse ter revidado, instintivamente, com outro soco, o que teria gerado mais raiva ainda nos agressores.
Ronald Pinheiro informou que com a intervenção de outros artistas, Tutuca e seu irmão se afastaram. Mas que, algum tempo depois, ele recebeu um telefonema contando que Marcelo estava enfurecido, “querendo sair de casa para lhe matar”.
“Essa confusão toda foi gerada por motivos fúteis, pela mais pura inveja do bom trabalho que faço pela cultura maranhense”, confessou Ronald que registrou uma ocorrência no 1º Distrito Policial, na Rua da Palma, e disse que vai processar os dois irmãos e pedir proteção de vida para as autoridades, pois ele e sua família se sentem ameaçados.

Um comentário:

Charlles Eurico disse...

me descupem os que gostam das musicas deles, mas eles deviam era reciclar seus conhecimentos musicais e começar a fazer música nova boa e não ficar brigando feito garotos...