quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Futebol: ainda somos os mesmos



Entra ano e sai ano e os nossos times de futebol não aprendem. Continuam investindo em velhos e rodados boleiros e com a velha máxima da música da Elis Regina: ‘de que os nossos ídolos ainda são os mesmos e as aparências não enganam jamais’.


Quer dizer então, mesmo sem serem repartições públicas, Sampaio, Moto e Maranhão são campos minados de nepotismo e clientelismo. Haja paixões misturadas com apadrinhamentos. Acordem cartolas.

Um comentário:

WILLIAMCORREA disse...

Os times maranhenses servem somente de saco de pancada pros demais do Brasil. Infelizmente!